O freelancer sob a perspectiva de seus clientes – Estudo do público freelancer utilizando técnicas e ferramentas do Design Thinking

Publicado em , por: Guilherme Pereira

Esse post é a terceira parte do processo utilizado para elaboração de um estudo de caso focado no público freelancer. O estudo é baseado no livro de Dan Roam, Desenhando Negócios que utiliza desenhos simples para a elaboração e explicação de ideias de negócio e processos. Se você perdeu os posts anteriores, consulte aqui e aqui.

A intenção aqui é relatar em uma série de posts como foi o processo de coleta de dados e ideação utilizando desenhos e técnicas propostas no livro para o refinamento e concepção de um modelo negócio focado na realidade do público freelancer.

A terceira etapa do processo foi voltada para ilustrar a questão “Onde”, nesse caso, no sentido de onde o problema estava concentrado dentro da perspectiva do cliente do freelancer. Para isso, utilizou-se o desenho de um organograma que detalhava a estrutura hierárquica do perfil “Agência”.

Dessa forma, foi possível identificar que na prática o perfil “Agência” dentro de uma empresa pode ser por exemplo um Gerente de Projetos que é responsável por coordenar equipes e alocar recursos financeiros para determinados projetos. Tendo em vista que é o Gerente de Projetos quem seleciona e contrata o serviço do freelancer foi possível encontrar o ponto de conflito nesse relacionamento: o prazo. Assim, o problema central na relação clientes x freelancer encontra-se no fato de que os gerentes de projetos não estão satisfeitos devido ao descumprimento de prazos. Por outro lado, os freelancers tem dificuldade de fazer a cobrança, definir um escopo e realizar o atendimento. As “Agências” exigem mais flexibilidade do profissional principalmente com relação a disponibilidade de horários de atendimento. Os freelancers, no entanto, têm dificuldades na organização de processos ocasionando ruídos entre a comunicação.

ab158118799331.562cf814790f4
9bf4da18799331.562cf80ed463f

Curtiu? deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *