Freelancers, saiba quanto investe cada cliente – Estudo do público freelancer utilizando técnicas e ferramentas do Design Thinking

Publicado em , por: Guilherme Pereira

No último post falei um pouco sobre um estudo de caso que fiz sobre o público freelancer (se você ainda não viu corre lá).  Na verdade esse post é a segunda parte do processo utilizado para elaboração desse estudo, baseado no livro de Dan Roam, Desenhando Negócios que utiliza desenhos simples para a elaboração e explicação de ideias de negócio e processos. A intenção aqui é relatar em uma série de posts como foi o processo de coleta de dados e ideação utilizando desenhos e técnicas propostas no livro para o refinamento e concepção de um modelo negócio focado na realidade do público freelancer.

Com base nas respostas dos freelancers durante a fase de pesquisa, foi possível ilustrar a segunda questão que é “Quanto”. O conceito de quanto aqui foi utilizado no sentido de mensurar a quantidade de cada tipo de cliente (21 proprietárias, 6 agências e 1 empreendedor). A partir destes dados criou-se um gráfico que mostrava a quantidade de contratações de serviços no período de 1 ano. O perfil da “Agência” foi o que mais contratou serviços desses profissionais, com 48 contratações anuais enquanto a “Proprietária” ficou com a menor taxa de contratação sendo apenas 1 por ano.

No que se refere à quantidade investida por grupo de clientes no período de 1 ano, novamente as “Agências” se mostraram mais relevantes. Considerando a média de investimento por projeto, utilizado hoje no mercado de design, as 6 “Agências” juntas investiram o equivalente a R$144.000, no período de 1 ano, nas contratações destes serviços. Por outro lado, devido a maior incidência dos perfis de “Proprietária”(21) estas superaram o perfil “Empreendedor”(1), pois considerando a quantidade investida chegaram  a R$37.000 contra R$4.000.

Ao final do levantamento dos problemas relativos a “Quanto”, por meio de um gráfico de gasto fatorado por tipo de cliente, no período de 1 ano, o perfil “Agência” mostrou-se o mais rentável para o freelancer. O cálculo utilizado nessa fase considerava o total despendido pelos grupos de clientes dividido pela quantidade de cada perfil, obtendo-se o gasto individual de cada perfil.

8893c918799033.562cf813bdeb8
d7a24718799033.562cf7f63172a

Curtiu? deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *